Sagitário


Da mesma triplicidade, o Fogo, estes dois signos podem ir muito longe se aprenderem a ter persistência e vontade de construir algo concreto. Se bem que a parceria funciona muito mais na dimensão das idéias, da filosofia e da sexualidade sem compromissos.

Negócios que exigem coragem, risco e senso estratégico são os ideais para ambos. A convivência conjunta pode ser muito inspiradora se os dois aceitarem as emoções com seu séquito de instabilidade, irracionalidade e dependência.


Uma relação delicada, em que a distração de um pode enraivecer o outro, em que a mania de grandeza do Sagitário pode acabar com a paz do Touro.

Em negócios, podem se dar bem, porque combinam visão ampla, coragem e bom uso dos recursos materiais. No setor afetivo, tudo depende de outros fatores das cartas astrológicas.


Os signos que se opõem se completam em muitos níveis: trabalho arriscado, viagens e estudos. O complicado é o relacionamento afetivo, embora eles sintam que têm algo semelhante.

Os dois querem experimentar e andar por aí, o que torna agradável a convivência, mas limitada pelos projetos de ambos. Com o tempo, a relação encontra um equilíbrio.

Esses dois vivem em mundos diferentes, estão interessados em assuntos diversos e se reportam um ao outro com grande problema de comunicação, caso não existam outros fatores astrológicos que sustentem a relação.

Câncer quer a preservação do que conquistou, enquanto que Sagitário quer ganhar uma perspectiva mais ampla da vida.



Ambos são signos de Fogo, intuitivos, querem explorar seus talentos. Leão quer brilhar individualmente e Sagitário quer ver como tudo isso pode ser levado para um plano social, externo.

Isso pode fazer desta dupla uma aliança de sucesso em muitos campos de relacionamento. Leão é um pouco ciumento para Sagitário, que gosta de andar por aí, sem dar satisfações, mas tudo tende ao equilíbrio mútuo.

Os dois signos são mutáveis, querem disseminar informações – um movido pelo espírito e o outro por considerações menos cheias de glamour. Assim é que, atados ao mesmo tipo de problema vital (a acomodação e a troca para sobreviver) podem se hostilizar, competir, mas sentem atração forte um pelo outro.

Quando partem para a competição são capazes de tirar um ao outro completamente do sério!

Este é um encontro agradável em que os dois signos que se preocupam com temas sociais podem fazer uma dupla poderosa nas atividades sociais e culturais.

No amor, Libra fará um grande esforço para entender a necessidade de espaço de Sagitário, mas tudo corre muito bem enquanto os dois forem filosoficamente leais um ao outro.

Ambos fazem parte de mundos diversos, mas encontram um canal de comunicação nos assuntos ligados à justiça social, e á participação na comunidade.

Sagitário é disperso demais para trabalhar continuamente com Escorpião, mas podem se enriquecer mutuamente. No amor, falam línguas tão diferentes que é melhor manter a distancia.

Os dois parceiros podem se dar super bem ou viver brigando. A sexualidade e a sensualidade são intensas, assim como também a vontade de variar. Podem conquistar mundos e fundos - na base do idealismo, porque na hora de concretizar a parte entediante de todo projeto, irão precisar de ajuda.

Uma parceria que não tem nada de repetitivo, mas que pode incendiar demais o cotidiano de ambos - que mais dia menos dia, se cansam da roda-viva sem fim.

Sagitário é o signo anterior ao da cabra-da-montanha; portanto, fica além da compreensão racional do prudente Capricórnio. Enquanto este quer profundidade e continuidade, o outro almeja ampliar sua experiência pela quantidade, e não pela constância.

São mundos paralelos, incompatíveis no amor, de relacionamento difícil no trabalho. Nas horas de crise aguda, ambos se sustentam e apóiam por algum tempo. Só o necessário. Apesar disso, ambos trabalham juntos de forma excelente, quando é pelo bem da coletividade.

Existe grande compatibilidade na ação externa, na maneira de compreender o mundo. Talvez Aquário seja anticonvencional demais para Sagitário, que prefere a reforma à revolução. Mas ambos se beneficiam de um contato estreito em muitos campos da vida, principalmente no setor mental, espiritual e financeiro.

Sagitário é passional, um pouco mais sensual ou sexualizado do que Aquário, mas isso se contorna com jeito e se houver vontade mútua.


 

São dois signos mutáveis, versáteis, divulgadores... e inconstantes. Ora sabem para onde vão, ora escutam a intuição (Sagitário) ou o sentimento (Peixes) e se desentendem. Isso provoca brigas, apesar da forte atração e da sensação de familiaridade, que pode estreitar essa relação.

Sagitário se cansa da absorvência emotiva de Peixes, este se atemoriza com a brutalidade impulsiva do outro diante de suas lamentações. Mas Sagitário encontra em Peixes alguém que compreende seu sentimento de exultação com as demonstrações de fé e arte coletiva.