Gêmeos


Uma relação amigável, oportuna e que faz ambos crescerem, devido ao interesse mútuo em temas sociais e capacidade de planejamento e abstração. Gêmeos ajuda Áries a se tornar mais versátil e empreender suas batalhas com um pouco mais de jogo-de-cintura. Áries ensina Gêmeos a ser mais afirmativo, direto e equilibrar sua instabilidade natural.


Este signo se sente atraído por Gêmeos, pela sua leveza, agilidade e refinamento. A inteligência prática de Touro coloca rédeas na volatilidade de Gêmeos. Ambos podem perceber depois que, mesmo tendo interesses vitais muito diferentes, podem se entender quando se trata de sobreviver em situações-limite. Com o tempo, Gêmeos se cansa da previsibilidade de Touro.


Aqui temos o encontro de quatro pessoas, não duas, pois diz-se que dentro de um geminiano habitam duas pessoas e não apenas uma. O excesso de nervosismo, dispersão e energia mental mal aplicada pode comprometer qualquer atividade conjunta, caso outros fatores astrológicos não intervenham no sentido da estabilidade mínima. Uma relação difícil.

 

Aqui são dois mundos contíguos e estanques que se cruzam por acaso e podem até não se notarem mutuamente. Gêmeos está além da compreensão do romântico Câncer. Seus altos e baixos mentais assustam a insegurança natural deste signo. Gêmeos pode perceber como C6ancer aponta para ele toda a beleza do mundo, mas ao mesmo tempo não consegue se mover na direção de algo mais profundo.


Esta é uma relação amigável, fácil e feliz. Ambos se completam, apóiam um ao outro, fortalecem seus talentos e podem fazer qualquer coisa juntos,desde que acreditem no projeto comum. Gêmeos adiciona versatilidade à teimosia leonina enquanto este signo promove mais autoconfiança no primeiro. Caso desejem, podem aprender e realizar muito.


Os dois signos mutáveis vivem em tensão permanente. Ambos são nervosos e instáveis demais, mentais em excesso e críticos em níveis diferentes. Virgem quer saber a utilidade de todas aquelas idéias dispersas de Gêmeos, coisa que este não está realmente interessado. Isso pode causar espanto mútuo, embora exista atração entre os dois.

Os dois signos de elemento Ar se completam em muitos sentidos, mas o mais forte é o intelectual. Estudos, publicações, viagens, descobertas, pesquisas, tudo pode ser debatido, feito em conjunto para experimentar. Até o momento em que o lado mental pesa demais e até eles se cansam disso. A afetividade encontra, então, seu limite.

Há uma tensão surda entre esses dois signos. Um quer o propósito essencial do que faz, o outro quer saber como se chega lá. Escorpião é emotivo, sente a vida nas vísceras, enquanto Gêmeos quer compreender tudo pelo discurso. Quando um quer o movimento, o outro quer a estabilização do afeto. Além do mais, Gêmeos se cansa do ciúme e da possessividade de Escorpião.


Os signos que se opõem se completam em muitos níveis: trabalho arriscado, viagens e estudos. O complicado é o relacionamento afetivo, embora eles sintam que têm algo semelhante. Os dois querem experimentar e andar por aí, o que torna agradável a convivência, mas limitada pelos projetos de ambos. Com o tempo, a relação encontra um equilíbrio.

O ponto em comum entre ambos é o humor. O de Gêmeos é brincalhão, sempre disponível e tende aos jogos de palavras. Já o Capricórnio irrompe com seu humor (negro) nas horas inesperadas. Isso encanta e fascina o Gêmeos. Por outro lado, pode surgir um interesse real em Capricórnio, se ambos estiverem interessados no mesmo tema.

Ambos são signos de elemento Ar, preocupados com a troca e o relacionamento com o grupo. Gêmeos se satisfaz em contribuir com idéias aplicáveis no cotidiano, enquanto Aquário quer trabalhar para as grandes massas. O conhecimento e o seu uso fazem as vezes de eixo centralizador desta relação que tem muito para dar certo!


Os dois signos mutáveis estão em permanente tensão mas também dependência. Isso fortalece essa relação de aprendizado constante, por meio de conflitos e dificuldades. O emocionalismo de Peixes não combina com o lado brincalhão de Gêmeos, mas ambos entendem o mundo como um lugar de experiências, em que é preciso manter a visão ampla.